• MANX Hyd.

Manutenção preditiva online – pt2.

Sensores e aplicações:

As soluções em manutenção preditiva online são variadas e oferecem diversas configurações possíveis, com resultados visando extrair o máximo de equipamentos e fluidos hidráulicos e lubrificantes.

Os sistemas de monitoramento de fluido são flexíveis, podendo ser adaptados de maneira customizada (cada equipamento monitorado tem conjunto de sensores e saída de dados para IHM ou PLC), ora equipamentos standard (carros de filtração offline, contando com sensores), ou também soluções Tailor Made, em que o cliente especifica suas necessidades e nós executamos o projeto.



Componentes para monitoramento:


LubCos H2O

O LubCos H2O mede a umidade relativa do óleo, e desta forma é capaz de exibir diretamente o grau de saturação na água:

- 0%: Óleo absolutamente seco.

- 100%: o óleo está completamente saturado com água. A água adicional, inserida no sistema, não será mais dissolvida e se apresentará como água livre no sistema.

Em contraste com a análise de umidade de laboratórios, onde o teor absoluto de água é definido em ppm (partes por milhão), o limite de saturação do óleo pode ser determinado pela medição de umidade relativa. A vantagem da umidade relativa sobre o teor absoluto de água é que não é necessário conhecer o óleo ou seu limite de saturação para determinar se existe ou não água dissolvida.

Exemplo:

- Os óleos minerais têm água comparativamente uma baixa capacidade de absorção de água. 500 ppm pode significar que o óleo está saturado e ter a existência de água livre no sistema.

- Os óleos ésteres (por exemplo, HEES) têm uma capacidade de água relativamente alta. 500 ppm pode mostrar que o óleo com apenas 15% de saturação.


LubCos H2O+ II

Sensor estacionário para determinação contínua da condição do óleo, umidade e temperatura em sistemas hidráulicos e óleos lubrificantes.

Este sensor faz a medição de mudanças em fluidos hidráulicos e lubrificantes, tendo os dados continuamente documentados, avaliados e armazenados. Através desta coleta de dados, a deterioração e alterações no óleo (por exemplo, infiltração de água, troca de óleo) podem ser indicados. Falhas e danos podem ser reconhecidos ou completamente evitados em uma fase precoce ao acontecimento catastrófico, oferecendo a oportunidade de evitar falhas na máquina e de prolongar intervalos de manutenção e troca de óleo. Além disso, através do monitoramento do lubrificante, trabalhos de manutenção realizados e a qualidade dos lubrificantes podem ser documentados e registrados.

O sensor LubCos H2O+ II registra as características físicas do óleo (assim como a troca do fluido): temperatura, umidade relativa do óleo e atividade da respectiva umidade, número dielétrico relativo (permissividade relativa) e condutividade do fluido. O sensor está capaz de avaliar alterações de condição automaticamente.


LubCos Level

Sensor para determinação contínua da condição do óleo, umidade e temperatura em sistemas hidráulicos e óleos lubrificantes, assim como sensor de nível de fluido.

Este sensor faz a medição de mudanças em fluidos hidráulicos e lubrificantes, tendo os dados continuamente documentados, validados e armazenados. Através desta coleta de dados, a deterioração e alterações no óleo (por exemplo, infiltração de água, troca de óleo) podem ser indicados com antecedência.

Falhas e danos podem ser reconhecidos ou completamente evitados em uma fase precoce ao acontecimento catastrófico, oferecendo a oportunidade de evitar falhas na máquina e de prolongar intervalos de manutenção e troca de óleo. Além disso, através do monitoramento do lubrificante, trabalhos de manutenção realizados e a qualidade dos lubrificantes podem ser documentados e registrados.

O sensor LubCos Level registra as características físicas do óleo (assim como a troca do fluido): temperatura, umidade relativa do óleo e atividade da respectiva umidade, número dielétrico relativo (permissividade relativa) e condutividade do fluido. O sensor é capaz de avaliar alterações de condição automaticamente, tendo sua sonda na extremidade da haste de nível, fazendo com que o controle e medições sejam mais precisas .


OPCom FerroS

O OPCom FerroS é um sensor inteligente para determinação da condição dos sistemas hidráulicos e lubrificantes baseados em partículas ferromagnéticas. O sensor é projetado para monitoramento contínuo de particulado ferromagnético e sua contaminação em óleo

O sensor mede o desgaste de componentes mecânicos através da detecção de partículas ferromagnéticas. O número de partículas é continuamente registrado e avaliado pelo princípio de medição indutiva (magneto é excitado e colhe a amostra). A transferência é efetuada via interface digital e analógica. O reconhecimento de desgaste e danos em um estágio inicial permite planejamento de medidas de manutenção e falhas da máquina podem ser minimizado.

O sensor registra o número de partículas ferromagnéticas acumulando no ímã permanente, na cabeça do sensor. O sensor pode distinguir entre partículas finas na faixa de micrômetros e fragmentos ferromagnéticos grossos na faixa de milímetros. De acordo com o sinal de saída do (de 0… 100%), a distribuição de partículas ferromagnéticas na superfície do sensor pode ser lida. Além disso, o sensor pode compensar o campo magnético do ímã permanente, quando as partículas são liberadas da cabeça do sensor (processo de limpeza automática). Com os intervalos de tempo entre. Entre dois processos de limpeza (sensor read-off), uma mudança no desgaste e um padrão podem ser assumidos.

O sensor é fornecido com uma rosca G1” e pode ser diretamente integrado à uma caixa de engrenagens ou no circuito de lubrificação. A comunicação com o sensor ocorre através de um

interface serial RS 232, CAN (CANopen ou SAE J1939) ou através de um saída analógica (4 ... 20mA).


OPCom Particle Monitor

O OPCom é um contador de partículas moderno e compacto, concebido para monitoramento contínuo de contaminação e desgaste em fluidos hidráulicos e lubrificantes. Além de preciso, o OPCom é capaz de detectar mudanças em teor de contaminação do fluido, trazendo poder ao operador para reagir à possíveis problemas e consequentemente reduzindo custos com falhas catastróficas.

O contador de partículas OPCom foi projetado para suportar altas pressões (420 bar), podendo ser instalado nas linhas de pressão e retorno. Com design e operação intuitivos, pode ter comunicação através de CAN-Bus (CANopen + SAE J1939), configuração de saída 4...20 mA (para configuração de alarmes), com leituras programadas por tempo ou periódicas, com gravação de dados na memória interna. A comunicação pode ser feita também com um computador, para procedimentos de flushing, Data Record, controle de ativos ou para histórico de manutenção.


OPCom Portable Oil Lab

Para situações em que há necessidade de um laboratório móvel, o OPCom Portable Oil Lab entrega leituras precisas, com mobilidade e robustez e a rapidez nos resultados. A amostra pode ser inserida através de pórtico, vindo de uma linha de pressão ou retorno, ou também pode ser usada a bomba interna do equipamento. A amostra pode ser única ou inserido um intervalo de tempo para leitura do fluido. Além do teor de contaminação sólida, o OPCom Portable Lab pode ler a umidade relativa e temperatura do óleo de amostragem.

Todas funções do equipamento podem ser operadas intuitivamente, através da interface com teclado do dispositivo. Os dados podem ser transferidos a um computador via adaptador USB ou cartão SD. Uma impressora para tickets com os resultados está agregada ao conjunto.


OPCount

O OPCount é um contador de partículas projetado para operação móvel ou estacionário, contando com tela touch e teclado, que podem ser operados de maneira intuitiva. Pertence a uma nova geração de contadores, em nível de resposta e precisão.

A célula de sensor volumétrico e o moderno e tecnicamente avançado conjunto de componentes, garantem alta resolução e precisão nas medições. Toda partícula que passa pelo sensor é detectada, medida e contada. Os resultados são mostrados nos standards de ISO 4406 e SAE AS 4059 (substituta da NAS 1638).

O OPCount se destaca em sua comunicação com outros dispositivos, possibilidade de criação de pre-sets, impressora integrada ao equipamento, além de outras capabilidades. É uma solução completa para quem tem necessidades em controla preciso de amostras de óleo on site.


LubMon Visu

O LubMon Visu é uma unidade de exibição, adequada para montagem em painel, com memória de dados integrada para conexão de vários sensores. Além da ampla gama ARGO-HYTOS de sensores, qualquer sensor com saída de corrente analógica pode estar conectado ao LubMon Visu, como por exemplo sensores para monitoramento de pressão ou filtro.

Dois sensores com interface serial e dois sensores com interface analógica podem ser também conectados ao LubMon Visu. Os valores medidos registrados são coletados na memória e podem ser copiado para um cartão de memória SD. Por meio do display integrado, os valores medidos atuais assim como os dados armazenados podem ser indicados com carimbo de data e hora. A navegação pelos dados e pelo menu operacional é realizada através das teclas na parte frontal do equipamento. Além do exibição gráfica, alarmes e informações de status são mostrados por quatro LEDs. A comunicação com um processador ou SPS é efetuada pelo USB 2.0 ou opcionalmente por Ethernet. Para ativar os sinais do interruptor, também existem três contatos de chave disponíveis. Opcionalmente, a impressora, listada em acessórios, pode ser conectada para o módulo.


LubMon Connect

O LubMon Connect é um gateway remoto para conexão de Sensores ARGO-HYTOS através de uma interface CANopen. Os dados dos sensores conectados são transferidos automaticamente para uma banco de dados na Web, e pode ser exibido ou exportado via página na Internet.

Pelo uso CAN Bus e do protocolo CANopen, têm-se a possibilidade simples e robusta de integrar o sensores nos sistemas existentes, a fim de garantir uma comunicação segurança. No gateway, uma interface Ethernet e um módulo GSM são fornecidos para transferência de dados para a internet. A comunicação pode ser realizada tanto na rede local existente ou, por exemplo com sistemas móveis ou remotos - também via rede GSM disponível em todo o mundo.


O LubMon Connect comunica-se com um servidor da Internet, que pode armazenar todos os dados recebidos em intervalos de tempo variáveis. Os dados podem ser visualizados diretamente on-line na forma de diagramas ou exportado para processamento. Para esse fim, uma memória de toque de 100.000 conjuntos de dados estão disponíveis.





A Manx Hydraulics oferece uma linha de sensores e equipamentos para monitoramento de sistemas hidráulicos e lubrificantes, com respostas em tempo real da condição do fluido, elucidando ao operador e à equipe de manutenção quanto ao status de contaminação sólida ou em solução, ajudando a prever possíveis falhas catastróficas e colapsos de sistemas, diminuindo custos com trocas desnecessárias de óleos e lubrificantes, entre outras vantagens e benefícios. A comunicação destes equipamentos pode ser feita entre sensor e máquina, assim como monitoramento remoto ou conexão sensor-IHM.

27 visualizações

© 2019 por MANX Hydraulics.