• MANX Hyd.

Evite vórtices na sucção de bombas

Ao projetar e construir um reservatório hidráulico, há muitas coisas a considerar. Uma delas é garantir que não se desenvolva um vórtice succionando de ar (como você vê quando a água escorre pelo ralo) na linha de entrada da bomba. Fazer o seguinte garantirá que isso não ocorra:



- Localize as linhas de retorno ao tanque a pelo menos cinco vezes o seu diâmetro interno distante da parede do reservatório mais próxima, e não menos que a metade do seu diâmetro interno (mas pelo menos 100 mm ou 4 ″), por baixo.


- Garanta que as linhas de retorno permaneçam sempre submersas, em pelo menos duas vezes o seu diâmetro interno.


- Dimensione a linha de entrada para que a velocidade do fluido não exceda 1,2 m/s (4 pés/s) e, de preferência, mais lenta.


- Faça a terminação da linha de retorno, no interior do tanque, com um adaptador tipo de boca de sino ou tubo flangeado (37° ou 45°). Isso reduz a velocidade do fluido no ponto de entrada. Também tende a minimizar a turbulência, o que resulta em uma operação mais silenciosa da bomba.


- Em entradas tipo flooded (bomba instalada no exterior do tanque, abaixo do nível mínimo), instale um defletor vertical ao longo da linha central da linha de retorno. Para verificar a eficácia dessa técnica, puxe o plugue em uma pia de água, aguarde o vórtice se desenvolver e observe o que acontece quando você insere seu defletor experimental!



Conclusão: o ar é um contaminante do fluido hidráulico e permitir a entrada em um sistema hidráulico pode ter sérias consequências. O correto design e dimensionamento assegura um funcionamento confiável e robusto de seus sistemas oleo-hidráulicos.




20 visualizações

© 2019 por MANX Hydraulics.